Transcendentalidade

Publicado: 12 de outubro de 2010 por Leandro Possadagua em Uncategorized

Leandro Possadagua*

Morrer é a única certeza da raça humana. Não há quem passe pela existência, sem a convicção de que um dia a encontrará de frente. Segundo escreveu Norbert Elias: “A morte é um problema dos vivos. Os mortos não têm problemas. Entre as muitas criaturas que morrem na terra, a morte se constitui um problema só para os seres humanos. Embora compartilhem o nascimento, a doença, a juventude, a maturidade, a velhice e a morte com os animais, apenas eles, dentre todos os vivos, sabem que morrerão […]”.

Todos morrerem, e, talvez por isso, a morte seja a grande niveladora da raça humana. Príncipes ou mendigos; famosos ou anônimos; atletas ou portadores de necessidades especiais, todos, em algum momento da vida, serão chamados sem aviso prévio ao seu encontro. Ninguém escapa aos seus desígnios! E, mesmo tendo a convicção de sua finitude, não existe homem na terra que não se inquiete com esta realidade, tão conhecida de todos, tão evidente. Ainda segundo Elias: “Uma maneira familiar de tornar suportáveis as angustias infantis sem ter que enfrentá-las é imaginar-se imortal (Idem, 2001, p. 16)”. Assim, a única coisa que nos conforta é a crença na transcendentalidade, na crença de um Deus amoroso e bom. Talvez por isso Paulo Freire tenha dito em sua última entrevista: “Eu fiquei com Marx na mundanidade, à procura de Cristo na transcendentalidade”.

* Alguém que como Dostoiévski, Charles Darwin e C.S. Lewis, também se desesperou ao lutar incansávelmente contra a morte, mas que no fim, teve que se render a sua força.

Bibliografia

Elias, Norbert. A solidão dos moribundos seguido de envelhecer e morrer. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2001.

Freire, Paulo. Entrevista. São Paulo: TV PUC/SP, 1997.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s